Evento on-line discutirá atuação de profissionais da Justiça de MS

| TJMS


Nos dias 9 e 10 de novembro, das 19h30 às 21h45 (horário de MS), o Tribunal de Justiça, por meio da Escola Judicial (Ejud-MS), realizará o “1º Web-psicossocial sobre as perspectivas diferenciadas na atuação profissional dos Assistentes Sociais e Psicólogos do Poder Judiciário de MS', visando difundir conhecimentos científicos com repercussão na promoção do atendimento à mulher, à criança e ao adolescente em situação de violência doméstica, oportunizando ao público um espaço de reflexão, aprendizado e aprimoramento no desempenho de suas funções.

Os interessados em participar devem inscrever-se pelo link http://ejud.tjms.jus.br/live. Na abertura, haverá a fala da juíza Helena Alice Coelho Machado, que responde pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, seguida pelo 1º painel, que abordará “A lei da alienação parental' e terá como palestrante Ana Medeiros Navarro Santos, advogada nas áreas de família, infância e sucessões.

Ana é vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM-MS). É vice-presidente da Comissão de Infância, Adolescência e Adoção do IBDFAM-MS; representante nacional da Bradopta – Organismo internacional que atua com Adoção Internacional Brasil/Espanha; fundadora e diretora jurídica do Observatório da Alienação Parental (OAPAR), além de capacitada em Alienação Parental pela PUC/Rio. A psicóloga Sandra Regina Monteiro Salles, da Coordenadoria da Mulher do TJMS, coordenará o painel. O 2º painel será sobre “A relação adulto-criança sob a perspectiva da abordagem Pikler' e terá Eliana Olinda Alves como palestrante. Doutora e mestre em Estudos da Subjetividade, Eliana é psicóloga do TJRJ, além de professora no curso de especialização em Psicologia Jurídica da PUC-Rio. É membro fundadora da Associação Pikler Brasil e membro da Rede Pikler Brasil. A psicóloga Renata Giancursi Queiroz, da Coordenadoria da Infância e Juventude de MS (CIJ), responderá pela coordenação do painel. A segunda noite do evento também terá dois painéis. O 1º painel ficará aos cuidados da assistente social Doêmia Ignes Ceni, lotada na CIJ. Ela mediará a palestra de Márcia Borba Lins, supervisora substituta do Núcleo Judiciário da Mulher do TJDFT, com o tema “Violência de gênero contra meninas'. A palestrante é assistente social e possui experiência em situações de violência doméstica contra crianças, adolescentes e violência de gênero contra mulher, além de experiência em atendimento individual e em grupo à situação de violência. Formadora nacional e tutora de entrevistadores forenses e de supervisores de entrevistadores forenses pelo Conselho Nacional de Justiça.

No 2º painel, o tema a ser discutido será “Saúde mental, gênero e dispositivos', tendo como palestrante Valeska Zanello e como coordenadora a assistente social da Coordenadoria da Mulher do TJMS, Vanessa Vieira.

Valeska é graduada em Filosofia, doutora em Psicologia, com um período de um ano na Université Catholique de Louvain (Bélgica). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Saúde mental e gênero. É professora no Departamento de Psicologia Clínica e coordenadora do programa de pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura – ambos da UnB.

O evento foi proposto pela Coordenadoria da Mulher e pela Coordenadoria da Infância como estratégia necessária para disseminar o conhecimento, criar espaços de debates e trocas proativas e qualitativas de conhecimento nas áreas da psicologia jurídica e do serviço social jurídico sobre a temática dos direitos de mulheres, crianças e adolescentes voltados para o combate à discriminação de minorias, dentro do sistema de justiça brasileiro.

Ao fim de cada painel, os participantes terão 20 minutos para perguntas e respostas das palestrantes.