Morre aos 70 anos Luís Canisso ex-fundador da Padaria Dourapão

| ASSESSORIA


Luis Canisso morou por anos na Presidente Vargas na quadra do Supermercado Chama. Divulgação

Faleceu por volta das 3h30 desta quinta-feira (5), vítima de uma parada cardíaca em Maracaju, o ex-empresário, Luís Canisso, que por muitos anos conduziu a “Panificadora Dourapão”, na Marcelino Pires proximo Câmara Municipal em Dourados. Ele era socio do cunhado Pedro. Depois seguiu para Caarapó. Por anos comandou a Panificadora e Confeitaria Caarapó, localizada no centro da cidade proximo Banco do Brasil.

Conhecido como seu ‘Luiz da Padaria’ o mesmo nasceu em Andradina/SP em 1950 e chegou chegou em Dourados em 1969, com o pai a mãe e mais três irmãos. Lá abriu uma loja de móveis até 1979, ano em que abriu a Panificadora Dourapão.

Em 1989 se mudou para Caarapó onde fundou a Panificadora e Confeitaria Caarapó, que hoje é administrada pelo filho Max e a esposa Márcia de Souza Capua Canisso.

Há 7 anos seu Luís estava morando em Maracaju onde também fundou uma padaria.

O mesmo deixa dois filhos, Max e Naise, além de três netos, Maryana, Luiz Sebastian e José Miguel.

O ex-empresário de Caarapó vivia há vários anos com a senhora Luci (segundo casamento).

Seu corpo será velado a partir das 14h30 desta quinta-feira, na Capela do Pax Primavera na Rua Coronel Ponciano, ao lado do cemitério Santo Antônio em Dourados.

(Com informações da nora Márcia de Souza Capua Canisso)



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE