Leia Coluna do Jonas desta segunda-feira, 03

| ASSESSORIA


Terça-feira, 3 de novembro. Dia do Cabeleireiro. Instituição do direito de voto a mulher (1930).

Contagem regressiva: Faltam 11 dias para 15 de novembro

Pesamento: " O homem só envelhece quando os lamentos substituem seus sonhos." – Mateus Gnuztman

Musica: Indiferença - Jerry Adriani

Niver: Elizane Carollo Pina, Edino Alves, Zenaide Lopes, Carlos Machado, Rancho Prateado Cuê, Paulo Sobreira, Carlos Augusto, Edmir Hidalgo Morais, Tayane Raidan Macedo. Graça e Paz - Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. Salmos 90:12...Salud Felicitá Dios Lhe Bendiga

Feio

Em campanha política ataques e xingamentos passam ser carro chefe, ao invés de propostas, projetos e respeito para com o eleitor e o publico em geral. Esse tipo de comportamento causa repulsa e indignação. Baixa o nível. Promove desconforto, bem como falta de comprometimento. Não tem jeito. Toda campanha de dois em dois anos é a mesma ladainha. Lamentável! Nojo!

Feio 1

Diante desse cenário seria de bom grado os profissionais do marketing pudessem gastar energia no que já foi feito e no que projeta fazer cada contratante. O eleitor está com gastrite de tanto bombardeio ataques infundados e mentiras. Nessa ocasião tiroteio de farpas descamba. Um tem a solução para todos os problemas, enquanto seu oponente deixa desejar.

Estou eleito

Em pleito eleitoral chama atenção a certeza que todos os candidatos a prefeito e vereador apresenta no quesito êxito nas urnas. Todos acham rejeição uns mais outros menos no adversário. Menos nele. A política é um jogo e nem todos conseguem assentos por conta de popularidade, assistencialismo, sorrisos e outros. Relacionamento interpessoal, estrutura  familiar e financeira faz diferença e o mais importante pedir votos incessantemente em todos os quadrantes.

Candidatos falam de suas

propostas na TV Morena

O G1 MS e a TV Morena estão realizando uma série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Dourados nas eleições de 15 de novembro. Confira as respostas deles para “melhorar a malha viária do Município:

Alan Guedes (PP) - Ele disse que a malha viária da cidade é um problema crônico e defendeu alternativas mais baratas para enfrentar a situação, como, por exemplo, a uma nova usina própria de produção de massa asfáltica.

Barbosinha (DEM) - Afirmou que o primeiro trabalho é desenvolver um plano diretor de pavimentação asfáltica para o município. Apontou que para grandes obras são necessários grandes projetos. Ressaltou que é preciso contratar projetos para fazer a pavimentação em bairros importantes da cidade.

Jeferson Bezerra (PMN) - Disse que um dos projetos, se for eleito, é conversar com o Exército para auxiliar o município na operação tapa-buracos. Comentou ainda que pretende cobrar a concessionária que administra a BR-163 sobre a construção de um viaduto e fazer parcerias.

João Carlos – Joca (PT) - Afirmou que em seu plano de governo uma das questões levantadas foi a necessidade de ter acessibilidade no município. Nesse aspecto, disse que um dos principais problemas é resolver o problema dos buracos, que prejudica todos os usuários do trânsito. Disse que emergencialmente pretende implantar um tapa-buraco nas vias de circulação do transporte coletivo.

Mauro Thronicke Rodrigues (PSL) - Disse que a malha viária do município precisa ser reformada em vários locais. Apontou que em algumas vias foi implantado asfalto de baixa qualidade o que demanda os serviços de tapa-buraco e recapeamento constantes, o que onera muito os cofres públicos. Defendeu parcerias com os governos do estado e federal para viabilizar os trabalhos de recuperação da malha asfáltica.

Racib Harb (Republicanos) - Afirmou que o problema na malha viária do município foi causado pela falta de planejamento, que é o plano diretor. Apontou que sua proposta é ver o resultado final do plano diretor que está sendo implementado pela atual gestão e se necessário fazer intervenções.

Wilson Matos (PTB) - Disse que a malha viária de Dourados é muito antiga e que por muito tempo o tapa-buraco serviu de ralo para a corrupção. Disse que é preciso reativar a usina de asfalto e abandonar o recapeamento com asfalto frio, porque isso gera mais problema do que solução no pavimento do município.

Título de Eleitor

Termina nesta quinta-feira (5) o prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título no cartório eleitoral da zona onde está cadastrado. A previsão consta do calendário das Eleições Municipais de 2020.

Para a emissão da segunda via do título, o eleitor deve estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, não pode ter débitos pendentes – como multas por ausência às urnas ou aos trabalhos eleitorais, como o de mesário – ou ainda ter recebido multas em razão da violação de dispositivos do Código Eleitoral (Lei 4.737/1965), da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) e leis conexas.

Outros documentos

O título eleitoral não é o único documento que possibilita a participação nas eleições. O eleitor pode se apresentar à mesa de votação trazendo consigo qualquer documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou a carteira de motorista.

O cidadão cuja inscrição eleitoral estiver em situação regular tem como alternativa ao título de papel a versão digital do documento, o e-Título, que pode ser obtido gratuitamente nas lojas virtuais Apple Store e Google Play.

Identificação

O e-Título serve como documento de identificação do eleitor caso ele já tenha feito o cadastramento biométrico. Isso porque a versão digital será baixada com foto, o que dispensa a apresentação de outro documento no momento do voto.

O aplicativo também informa o local de votação e, por meio de ferramentas de geolocalização, guia o usuário até sua seção eleitoral. Além disso, o app oferece serviços como a emissão de certidões de quitação eleitoral e negativa de crimes eleitorais.

Telefones úteis

em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência.

 

[email protected]l.com

 

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE