Chapecoense vence Operário e segura liderança da Série B

Chape fez 1 a 0 na Arena Condá e torce por tropeço do Cuiabá para ficar só em primeiro

| ROGéRIO VIDMANTAS


Anselmo Ramon (centro) marcou o gol da vitória da líder Chapecoense (Foto: Twitter Oficial/ACF)

A Chapecoense-SC tomou a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro na última rodada e não dá sinal de que vai devolver para o Cuiabá-MT tão cedo. Abrindo a 18ª rodada, nesta sexta-feira (23), a Chape recebeu o Operário-PR e venceu por 1 a 0, gol de Anselmo Ramon no segundo tempo (veja abaixo).

O resultado fez com que os catarinenses chegassem aos 36 pontos na primeira posição, três a mais que o Cuiabá que, neste sábado (24), enfrenta o Sampaio Côrrea-MA, em São Luiz. O Operário, com 22, aparece na 11ª posição.

O Jogo

O primeiro tempo do confronto na Arena Condá foi de muita marcação e poucas chances claras de gol para os dois lados. Jogando fora de casa, o Operário se postou bem na marcação e não deu espaços para a Chapecoense. Pelo lado do Fantasma, a melhor chegada foi aos 20 minutos, em cabeceio de Jefinho, para fora. Já o Verdão levou perigo pela primeira vez aos 34, na finalização de Lucas Tocantins por cima. Depois, ainda chegou perto na falta cobrada por Anselmo Ramon, que foi para fora, e no desvio de Anderson Leite após falta que saiu pelo lado do gol.

A Chape voltou do intervalo buscando ainda mais o gol. Logo no primeiro lance, Paulinho Moccelin cobrou escanteio, Thiago Braga saiu do gol e Aylon quase aproveitou a sobra para marcar. Mas não demorou para o gol acontecer. Aos seis minutos, Paulinho Mocellin recebeu lançamento e escorou para Aylon, que fez o cruzamento para Anselmo Ramon se livrar da marcação e mandar para o fundo da rede, fazendo 1 a 0.

Em vantagem, o time da casa seguiu controlando as ações, enquanto o Operário encontrava chances em jogadas de bola parada, como nas cobranças de falta de Jean Carlo e Marcelo, que não entraram. Outra boa chance de empate para o Fantasma foi em chute forte de Douglas Coutinho, aos 28, que obrigou o goleiro João Ricardo se esticar para espalmar e manter o placar positivo para o Verdão.