Leia Coluna do Jonas deste sábado

| REDAçãO


Jonas Alves da Silva (Silva Junior) - Divulgação

Sábado, 17 de Outubro: Dia Nacional de Vacinação

Contagem Regressiva: Faltam 28 Dias para 15 de Novembro

"Enquanto você dormia... Deus preparou um lindo dia para voce!!" – Mateus Gnuztman

Musica: Caminhemos - Nelson Gonçalves/Maria Betânia

Niver: José Villalba, Ronaldo Bigu, Alecsandra Cales, Antonio Ja Silva, Danilo Verão, Angelo Alves de Oliveira, Natã Neto Junior, Inocêncio Marcos Campozano Pires, Emerson Gamarra, França Filho, Odilon Azambuja, mudam idade neste sábado. Salud, Felicitá.  

Visita

Nesta sexta-feira, 16 de outubro, eu e o empresário Mauro Cruz fomos visitar o amigo Luiz Akira Oshira, a recepção foi pra lá de calorosa pela esposa e filhas em seu apartamento localizado no centro da cidade. 

Como não poderia ser diferente, o encontro teve comoção/emoção e logico choro reciproco. Todos ficamos felizes. O Japa por nos receber e nós por ve-lo em recuperação galopante. Glória a Deus. Aleluias. Arigatō kamisama!

Anota

O candidato a vereador Cemar Arnal 77456 (Solidariedade) promove encontro entre amigos e colaboradores de sua campanha na tarde deste sábado, 17, para fixar seu adesivo com o candidato a prefeito Barbosinha/Valdenir. Será das 16h as 17h na Rua Monte Castelo, 963, proximo a Praça Paraguaia. 

Tempo e Temperatura

O Centro-Oeste brasileiro tem, neste sábado (17), previsão de tempo firme, que volta a predominar no nordeste do Mato Grosso e norte de Goiás. No entanto, nas demais áreas, um sistema de baixa pressão atmosférica na altura do Paraguai mantém a condição para pancadas de chuva, que ocorrem de forma isolada, mas com potencial para temporais.

A temperatura na região pode variar entre 15 e 40 graus. Os índices de umidade relativa do ar seguem baixos nas horas mais quentes do dia. Em boa parte da região, os índices podem chegar a 12%. As informações são do Somar Meteorologia.

MS - procura por testes sápidos para Covid-19 cai na capital

As autoridades públicas do Mato Grosso do Sul externam uma preocupação relacionada à exposição da população aos riscos da Covid-19. No último feriado, as cenas em algumas cidades do estado eram de aglomeração em meio a um cenário que ainda preocupa por causa do novo coronavírus.

Além disso, houve uma redução de 63% na procura de testes rápidos e 40% nos testes de RT-PCR em Campo Grande. O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, entende que esta baixa em relação a testagem causa um sinal de alerta. Segundo ele, “a população está perdendo o medo da doença, e ao mesmo tempo, há uma parte importante que acredita que a doença pode ser vencida, mas não é isso que está acontecendo”.

A médica infectologista, integrante do COE/MS, Mariana Croda, afirma que a não realização das testagens é um sinal ruim para a saúde pública. Além disso, ela apresenta outras hipóteses que podem contribuir para esse não comparecimento, como a diminuição do número de sintomáticos, negligência e perda do temor à doença ou ainda uma melhora da curva. Fonte: Brasil 61

Mais de 147 milhões estão aptos a votar

Daqui a um mês, 147.918.483 brasileiros poderão participar das eleições. O número é 2,66% superior ao de 2016. Não foram consideradas as bases de dados do Distrito Federal e de Fernando de Noronha (PE), onde não haverá pleito em novembro, além dos brasileiros residentes no exterior, que só votam nas eleições gerais.

É importante lembrar que o horário de votação mudou em virtude da pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus: será das 7h às 17h. O pleito em primeiro turno acontecerá no dia 15 de novembro e, em segundo turno, caso necessário, em 29 de novembro.

Crescimento

O maior crescimento do eleitorado foi no Amazonas, com 7,88% (2.503.269). Por outro lado, Tocantins foi o único estado onde houve redução de 0,17% no número de votantes (1.035.289).

São Paulo exibe o mais robusto colégio eleitoral (33.565.294), tendo contabilizado alta em relação a 2016 acima da média nacional: 2,69%. Somente a capital paulista tem 8.986.687 pessoas aptas a votar. Cabe ainda ressaltar que o menor eleitorado nacional está em Araguainha, em Mato Grosso: 1.001 eleitores.

Mulheres

As mulheres são 52,49% do eleitorado (77.649.569). Os homens totalizam 47,48% (70.228.457) Além disso, 0,03% não informou gênero (40.457). Como há dois anos é permitido o uso do nome social no título, 9.985 pessoas exercerão tal direito no título, em novembro.

Nos últimos quatro anos, houve um salto de 93,58% no número de eleitores que autodeclararam ter algum grau de deficiência – o quantitativo subiu de 598.314 em 2016 para 1.158.234 em 2020. A Justiça Eleitoral está capacitada a dar atendimento especial a esse público.

Ensino médio

Em relação ao grau de instrução, as estatísticas do TSE mostram que a maior parte do eleitorado diz ter ensino médio completo (37.681.635). Em seguida, 35.771.791 eleitores revelaram ter o ensino fundamental incompleto.

Outros 22.900.434 fizeram o ensino médio, sem conclusão. Apenas 15.800.520 concluíram a graduação superior. Ainda no quesito educação, 6,5 milhões de eleitores são analfabetos e 11,5 milhões apenas leem e escrevem.

700 mil candidatos

Neste ano, cerca de 700 mil candidatos estão concorrendo a cargos em câmaras e prefeituras municipais. Além disso, em Mato Grosso, em paralelo ao pleito nacional para prefeito e vereadores, será preenchida uma vaga para o Senado Federal.

A eleição se dará devido à cassação, pelo Tribunal Superior Eleitoral, do mandato de Selma Arruda e de seus dois suplentes, pelas práticas de caixa dois e abuso do poder econômico, na campanha de 2018. Onze candidatos disputam a vaga.

Apenas um candidato

Um dado curioso nas estatísticas do TSE é que, em 117 cidades, apenas um candidato disputa a prefeitura. Também chama a atenção o percentual de 37% dos municípios onde o embate ocorrerá entre duas candidaturas.

Nas 2.069 cidades envolvidas, vivem 20,9 milhões de pessoas – 16,4 milhões de eleitores.

Candidaturas por partidos

Com 44.158 inscritos, o MDB é o partido com mais candidatos nas Eleições Municipais deste ano. Já PSD e PP aumentaram em mais de 30% seus números. Enquanto o primeiro inscreveu 32,4% mais filiados (eram 29.421 em 2016), o segundo elevou em 34,6% (eram 28.031 há quatro anos).

O Novo é a legenda com maior alta percentual de candidaturas. O crescimento de 330,56% corresponde à mudança de 144 para 620 candidatos. No rol ascendente, também estão o Podemos (104,99% sobre 2016, totalizando agora 20.071 candidatos) e o PSL (crescimento de 105,8%, com 21.667 postulantes). O DEM também concorrerá com um contingente maior – subiu de 21.953 para 32.536 candidatos.

Campanha

A campanha eleitoral teve início em 27 de setembro, e a propaganda na rádio e televisão, no dia 9 de outubro. Em virtude da pandemia, não haverá identificação biométrica nas Eleições 2020.

Telefones úteis

em Dourados

Quantas vezes a gente já precisou fazer uma ligação de emergência, mas não lembrou ou não sabia o número do telefone. Pensando nisso, a Gazeta MS publica alguns números que, se for preciso, serão facilmente encontrado.

Anota aí:

Polícia Militar: 190

Bombeiros: 193

Guarda Municipal: 199 e 153

Polícia Rodoviária Federal (PRF): 191

Polícia Rodoviária Estadual (PRE): 198

SAMU: 192

Polícia Civil - SIG (67) 3411-8080

Aeroporto (67) 3411-7936

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.
Logo publicaremos outros números de emergência.

 

gazetamsddos@gmail.com

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE